2022-11-24

2022-11-24

São Paulo, 21 de novembro de 2022 – Em 21 de novembro é comemorado o Dia Mundial da Televisão. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a TV continua sendo a maior fonte de consumo de vídeo em todo o planeta e nem mesmo a chegada do streaming, das redes sociais e o aumento expressivo no uso de smartphones alterou a hegemonia do item, que tem tendência de aumento de vendas, especialmente nesse momento do campeonato mundial de futebol.

Em 1951, um ano depois da TV ser “inaugurada” no Brasil, a SEMP (Sociedade Eletromercantil Paulista) foi a primeira empresa do país a fabricar um televisor, acreditando no potencial do mercado, o que ajudou a empresa a se tornar líder de mercado por diversos anos. A empresa também foi a primeira empresa a produzir um aparelho de rádio no Brasil, em 1942. Desde então, a companhia vem revolucionando o mercado nacional de tecnologia e, agora, em uma joint-venture com a chinesa TCL, acaba de lançar um televisor de 98”, o maior do país – continuando com um legado de inovação e pioneirismo.

“Quando a SEMP surgiu, todos os aparelhos de rádio no Brasil eram importados e, por causa da Segunda Guerra Mundial, havia escassez do produto no país. Naquele momento, nossa capacidade produtiva aliada ao espírito de vanguarda nos permitiu ir além: idealizar, produzir e comercializar o primeiro aparelho de rádio produzido no país” afirma Maximiliano Dominguez, Diretor de Engenharia e Produto da SEMP TCL.

 

A evolução da TV e suas tecnologias

A tecnologia de telas evoluiu rapidamente nos últimos anos. Desde que a SEMP produziu a primeira TV do Brasil com 21 polegadas, em 1951, até o lançamento, este ano, da C735 de 98 polegadas, a maior TV do país, muita coisa mudou. Além do tamanho maior das telas, o preto e branco deu espaço à explosão de cores ultra vívidas e ao contraste poderoso da tecnologia Mini LED.

O aparelho, que no passado, não tinha nem controle remoto, pode hoje ser controlado pelo aplicativo TCL Home, instalado no celular. O processador AIPQ de 2ª geração, disponível na linha 2022 da empresa, possui inteligência artificial e proporciona mais cor e contraste quadro a quadro para diferentes conteúdos, como esportes, paisagens, cenas noturnas, movimento, desenhos animados e faces. É uma tecnologia que eleva a experiência de assistir TV.

A TCL é a segunda maior fabricante de telas globalmente e passou por diversas tecnologias até chegar à mais atual, QLED Mini LED, por exemplo. Só considerando os últimos quatro anos, desde o último campeonato mundial de futebol, houve grandes evolução. Em linhas gerais, em 2018, a aposta era principalmente em TVs com a tecnologia QLED com tamanhos que variavam entre 50” e 85”. Em 2022, domina a tecnologia Mini LED e as telas grandes, que começam em 65” e vão ao maior disponível no Brasil atualmente: 98”.

A TCL é líder global na tecnologia Mini LED, que foi muito aguardada por trazer um salto no quesito de qualidade de imagem, com mini lâmpadas de LED que permitem um melhor controle das zonas de escurecimento locais, proporcionando iluminação mais precisa em áreas claras e melhores níveis de preto em regiões escuras. A TCL desenvolveu, ainda, um tipo exclusivo de Mini LED que reduz o efeito HALO e proporciona menos vazamento de luz para garantir um preto profundo, sem interferência das imagens coloridas, além de contar com mais zonas de local dimming.

 

A TV oficial da Seleção Brasileira é a maior do Brasil, com 98”

A TCL C735, com 98” é, hoje, a maior TV do Brasil – Crédito: divulgação/SEMP TCL

O principal destaque entre os lançamentos da SEMP TCL de 2022 é também um marco na história da televisão no país. A nova TCL C735, com painel QLED de resolução 4K HDR, tem 98 polegadas e é a maior TV disponível no mercado brasileiro hoje, reforçando a liderança na SEMP TCL em telas grandes. O modelo foi projetado para oferecer uma ampla variedade de experiências de entretenimento e desempenho excepcional em jogos com seu painel de 120 Hz de frequência e é uma grande oportunidade para quem quer torcer pelo futebol brasileiro em grande – literalmente – estilo.

Pensando no crescimento de vendas previsto para o período, a empresa anunciou a megapromoção “Torcida Rumo ao Hexa” para sortear mais de 160 TVs Mini LED entre as pessoas que comprarem produtos das marcas. A categoria de TVs é uma das que mais fica aquecida no período e a empresa aposta na conquista, já que patrocina as seleções masculina, feminina e sub-20 da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), além do jogador Rodrygo Góes, recém-convocado para representar o Brasil no Catar.

 

A história da TV no mundo e no Brasil

Em 17 de dezembro de 1996, a Assembleia Geral da ONU proclamou o dia 21 de novembro como Dia Mundial da Televisão. A data comemora o primeiro Fórum Mundial da Televisão que foi realizado nesta data e a proposta é que todos os Estados-membros cumpram a data promovendo intercâmbios globais de programas de TV focados, em particular, em questões como paz, segurança, desenvolvimento econômico e social e promoção do intercâmbio cultural.

A história da TV começou, porém, muitos anos antes. Em 1939, foi realizada a primeira exibição de televisão em uma feira. Dois anos depois, a primeira transmissão televisiva, nos Estados Unidos marcou sua inauguração global, seguido de um rápido desenvolvimento com mais tecnologia e qualidade na imagem depois do fim da II Guerra Mundial, em 1945.

Alguns anos depois, em 18 de setembro de 1950, foi a vez do Brasil e da América do Sul ganharem a primeira emissora do continente e a quarta do mundo, a TV Tupi. A primeira transmissão, porém, ocorreu dois anos antes, em Juiz de Fora (MG) pelo técnico em eletrônica Olavo Bastos Freire, com uma câmera e uma antena na sacada de um prédio. Mas foi só na inauguração da Tupi que Assis Chateaubriand trouxe a tecnologia completa, importando os aparelhos, que tinham acesso restrito às classes sociais mais altas.

 

> PARA IMPRENSA: download de fotos em alta resolução